12 de abr de 2018

Mineiros vão as ruas na noite dessa quarta-feira (11), em Belo Horizonte




Várias capitais do país aderiram ao ato e mobilizaram multidões em favor da democracia.






Na noite de ontem (11) trabalhadores e trabalhadoras da capital mineira saíram as ruas em mais um manifesto em defesa do Estado Democrático de Direito, pedindo a liberdade do ex-presidente Lula. A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) Minas participou do ato, que teve início às 17h, na Praça Afonso Arinos, em Belo Horizonte.



Por volta das 19h, os trabalhadores e as trabalhadoras, além de representantes de diversas entidades sindicais e movimentos sociais deliberaram por descer em passeata até a Praça da Estação, com uma parada na Praça Sete, símbolo de resistência da capital de Minas Gerais.

Durante todo o ato, os manifestantes presentes pediam justiça, sob as palavras de ordem “Lula Livre”. 



A dirigente da CTB Minas, Marilda Silva, acompanhou o ato. “As principais avenidas de Belo Horizonte estavam tomadas por pessoas que pedem a defesa do Estado Democrático de Direito. Durante o ato, o assassinato da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco e o motorista, Anderson Gomes foram lembrados”, disse.






Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
Assessoria de Comunicação (31) 3271-6673
E-mail: imprensactbminas@gmail.com
Curta a fan page facebook.com/ctb.minas


CTB Minas participa da abertura oficial da 12ª AgriMinas


Evento é realizado pela Fetaemg. A entidade comemora 50 anos de fundação durante a AgriMinas.


A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) Minas participou na tarde desta quarta-feira (11) da abertura solene da 12ª Agriminas, a maior Feira de Agricultura Familiar de Minas Gerais. O evento é realizado pela Federação dos Trabalhadores da Agropecuária de Minas Gerais (Fetaemg), que comemora 50 anos de fundação durante a Agriminas.

A presidenta da CTB Minas, Valéria Morato, parabenizou a Fetaemg pelos 50 anos de fundação e afirmou que a realização da Agriminas na atual etapa é fundamental não só para validar o trabalho e contribuição dos trabalhadores e trabalhadoras rurais, mas também para alertar sobre o estado de golpe que vive o país".

“Este evento é uma das principais vitrines de exposição da Agricultura Familiar em Minas Gerais e tornou-se referência na valorização da produção do campo, na geração de negócios para o setor e a capacitação para agricultores familiares, assentados da reforma agrária, quilombolas e indígenas. Por esta importância, hoje, comemoramos os ganhos, mas alertamos sobre os perigos de ataque que nosso povo sofre neste momento", ressaltou a dirigente.

Assista:




A vice presidenta da CTB Minas, Katia Gaivoto e o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais, Agricultores e Agicultoras Familiares (Contag), Alberto Broch, também parabenizaram a Fetaemg pelos 50 anos.


Assista:








Na abertura do evento, o presidente da CTB nacional, Adilson Araújo, denunciou medidas do governo que prejudicam a agricultura familiar no Brasil e impõem ao país um retrocesso sem precedentes nas relações de trabalho, nos programas sociais e nas condições de vida da classe trabalhadora.

“É hora de intensificar a resistência para enfrentarmos esse que já se configura como o maior golpe do capital contra o trabalho já empreendido no Brasil”, convocou.

Assista: 




"Fetaemg e CTB marcham juntas em defesa da agricultura familiar", afirmou vice-presidente da CTB nacional e presidente da Fetaemg, Vilson Luiz. O dirigente lembrou que "o país atravessa momento crítico da luta política e que a unidade da classe trabalhadora do campo e da cidade neste momento será fundamental para luta em defesa da democracia e do restabelecimento do Estado Democrático de Direito".

AgriMinas

A AgriMinas ocorre entre os dias 11 e 15 de abril, na Serraria Souza Pinto, em Belo Horizonte. Em 12 anos de história, a AgriMinas já recebeu mais de 570 mil visitantes, gerando cerca de R$ 34 milhões em negócios durante o evento e pós-evento. A feira mobilizou mais de 45 mil agricultores familiares envolvidos de forma direta e indireta, cooperativas e associações. Mas, por trás de tantos números, estão histórias de superação, transformação e recomeço.

A edição deste ano terá 400 expositores de Minas Gerais, Espírito Santo e Rio Grande do Sul. Vale ressaltar que, a Fetaemg disponibiliza hospedagem e alimentação gratuitamente para todos os expositores. Os agricultores familiares não têm nenhum custo para expor na Feira. 

Todos os produtos da feira são produzidos em pequenas propriedades. A proposta da AgriMinas é trabalhar a organização da produção e preparar os agricultores e assentados da reforma agrária para a comercialização de seus produtos.

O evento se caracteriza como um importante espaço para a promoção de produtos da agroindústria artesanal mineira, além de criativas e diversificadas peças de artesanato. 

Além de ser uma vitrine para os produtos da agricultura familiar, a AgriMinas é também um espaço de capacitação e eventos técnicos. A proposta é trabalhar a organização da produção e preparar os agricultores e assentados da reforma agrária para a comercialização de seus produtos. 

Para mais informações acesse o site da Fetaemg.

Para acessar a cobertura fotográfica, clique aqui.


*Com informações do Portal CTB e Fetaemg.


Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
Assessoria de Comunicação (31) 3271-6673
E-mail: imprensactbminas@gmail.com
Curta a fan page facebook.com/ctb.minas